Termos de Utilização

Para prosseguir deve ler e aceitar os Termos de Utilização

O MedicamentoCerto.pt disponibiliza informação resumida sobre problemas de saúde de menor gravidade (“sintomas”) e sobre a sua prevenção, alívio ou tratamento. Em caso de dúvida ou de persistência dos sintomas deve consultar sempre o médico ou o farmacêutico. Os conteúdos do MedicamentoCerto.pt destinam-se a uso exclusivo por indivíduos com idade igual ou superior a 18 anos, residentes em território português (Portugal continental e ilhas).

Tenha atenção! O MedicamentoCerto:

  • NÃO substitui a consulta de um profissional de saúde. Deve sempre consultar um médico ou farmacêutico.
  • NÃO contém toda a informação relevante sobre problemas de saúde, sintomas, medicamentos ou outros produtos.
  • NÃO faz diagnósticos, autodiagnósticos ou triagem.
  • O utilizador NÃO deve basear-se exclusivamente em qualquer informação disponibilizada para fundamentar ou apoiar quaisquer decisões ou atos (por ação ou omissão).
  • NÃO garante o efeito do medicamento, nem a sua segurança, nem a inexistência de reações adversas ou efeitos secundários decorrentes da toma do medicamento.
  • NÃO sugere, em caso algum, que o seu estado de saúde pode ser melhorado através da utilização de qualquer medicamento ou produto de saúde, nem que o seu estado de saúde pode ser prejudicado caso o medicamento ou produto de saúde não seja utilizado.
  • As informações contidas no MedicamentoCerto.pt destinam-se apenas a apoiar os utilizadores, não constituindo a informação disponibilizada uma decisão final.
  • Em caso de dúvida ou de persistência dos sintomas deve consultar o médico ou o farmacêutico.

Todo e qualquer dado introduzido é da exclusiva responsabilidade do utilizador e, em consonância, todo e qualquer resultado decorrente da utilização da plataforma MedicamentoCerto.pt é da responsabilidade exclusiva do utilizador.

Termos de utilização - MedicamentoCerto

1. Propriedade

O MedicamentoCerto.pt é uma aplicação web propriedade da empresa serFarma, Lda.

1.2. Direitos de propriedade intelectual e outros

Todos os conteúdos, textos, imagens e sons, bem como os logótipos, nomes, marcas e sinais distintivos disponibilizados ou apresentados em MedicamentoCerto.pt estão protegidos por direitos de propriedade intelectual e/ou outros, e são da única e exclusiva propriedade da serFarma, Lda. ou a ela se encontram licenciados.

A utilização ou reprodução, por qualquer forma, dos conteúdos do MedicamentoCerto.pt sem prévia autorização escrita da serFarma, são expressamente proibidas.

2. Acesso

Para aceder ao MedicamentoCerto.pt, o indivíduo deve residir em território português, ser maior de idade e aceitar os Termos de utilização aqui descritos. A utilização do site implica o conhecimento das restrições, isenções, responsabilidades e limitações, confirmando-se a aceitação prévia, e sem qualquer reserva, das mesmas.

3. Relação com a serFarma

O acesso ao MedicamentoCerto.pt e a sua utilização não implicam ou estabelecem, por si só, qualquer relação comercial, incluindo de clientela, consultoria, mandato ou qualquer outra, entre o utilizador e a serFarma ou pessoas a ela relacionadas.

4. Obrigações de utilização

O utilizador é responsável pela utilização de todos os conteúdos, informação, dados e/ou outros que registe, receba e/ou transmita através de medicamentocerto.pt, pelo que concorda em avaliar e assumir todos os riscos associados à sua utilização, registo e/ou transmissão.

5. Funcionamento do MedicamentoCerto.pt

O MedicamentoCerto.pt contém informação resumida sobre problemas de saúde de menor gravidade (“sintomas”) e apoia a seleção de Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM) e outros produtos de saúde.

O MedicamentoCerto.pt não permite fazer diagnósticos. O MedicamentoCerto.pt não é um substituto do aconselhamento personalizado prestado por um profissional de saúde, carecendo sempre da sua decisão e responsabilização.

Os resultados relativos a MNSRM e outros produtos são sugeridos pelo MedicamentoCerto.pt na sequência dos dados demográficos, clínicos e outros que sejam introduzidos pelo utilizador, e são, portanto, da sua exclusiva responsabilidade.

O utilizador aceita expressamente e reconhece que os MNSRM se encontram inequivocamente identificados como tal, existindo indicação expressa que se trata de um medicamento e estando incluídas as seguintes informações: nome do medicamento (marca), denominação comum (caso o medicamento contenha apenas uma substância ativa), dosagem (quantidade de medicamento por unidade do medicamento) e forma farmacêutica (forma como é apresentado). Estas são informações indispensáveis para a  utilização do medicamento que devem ser complementadas e confirmadas pela informação contida no acondicionamento secundário e no folheto informativo do medicamento em causa. Em caso de dúvida ou de persistência dos sintomas deve consultar o médico ou o farmacêutico.

O utilizador aceita expressamente e reconhece que o MedicamentoCerto.pt não pode, em caso algum, levá-lo a concluir que o aconselhamento por um farmacêutico, consulta médica ou a intervenção cirúrgica é desnecessária e que, em particular, não lhe foi sugerido um diagnóstico ou preconizado o tratamento por correspondência.

O utilizador aceita expressamente e reconhece que o MedicamentoCerto.pt não lhe sugeriu que o efeito do medicamento é garantido, sem reações adversas ou efeitos secundários, com resultados superiores ou equivalentes aos de outro tratamento ou medicamento.

O utilizador aceita expressamente e reconhece que o MedicamentoCerto.pt não lhe sugere, em caso algum, que o estado normal da sua saúde pode ser melhorado através da utilização do medicamento, nem que o estado normal da sua saúde pode ser prejudicado caso o medicamento não seja utilizado.

O utilizador aceita expressamente e reconhece que o MedicamentoCerto.pt não o induz, por uma descrição ou representação detalhada da anamnese, ou por qualquer outra forma, a um falso diagnóstico ou autodiagnóstico.

6. Informação constante do MedicamentoCerto.pt

Toda a informação constante do MedicamentoCerto.pt foi compilada pela serFarma com critérios de máxima idoneidade, atualização e correção e os conteúdos são disponibilizados cumprindo todos os deveres de diligência e cuidados exigidos. Contudo, até à extensão máxima permitida pela lei aplicável, a serFarma não garante que a informação fornecida esteja isenta de erros - humanos e/ou informáticos - atrasos, interrupções, perdas de dados, omissões ou outros defeitos. Do mesmo modo, e não obstante as medidas técnicas e de segurança adotadas, a serFarma não garante que os seus ficheiros estejam isentos de vírus informáticos que contenham ou manifestem características contaminantes e/ou destrutivas.

A serFarma fará todos os esforços para assegurar que as informações fornecidas pelo MedicamentoCerto.pt são precisas, atuais e completas mas não pode garantir essas qualidades. O utilizador aceita e reconhece que não deve basear-se exclusivamente em qualquer informação e/ou serviço disponibilizado no MedicamentoCerto.pt para fundamentar ou apoiar quaisquer decisões ou atos (por ação ou omissão), e nunca sem a prévia verificação ou análise crítica.

As informações contidas no MedicamentoCerto.pt destinam-se apenas a apoiar os utilizadores, não constituindo de forma alguma, ou em circunstância alguma, uma decisão final. O MedicamentoCerto.pt não é um substituto de um atendimento prestado por profissionais de saúde. Deve consultar um profissional de saúde em todas as circunstâncias.

7. Renúncia de garantias

O utilizador reconhece que todos os conteúdos do MedicamentoCerto.pt fornecidos pela serFarma são da exclusiva propriedade intelectual e direitos associados da serFarma. A serFarma não faz nenhuma declaração de garantia de qualquer espécie, implícita ou explícita, incluindo, mas não se limitando, à garantia relacionada com a precisão ou natureza do serviço, garantia de título, não infração, comercialização ou adequação a um determinado fim.

Além disso, sem limitação ao anteriormente exposto, o MedicamentoCerto.pt foi projetado para uma utilização em Portugal e só abrange os MNSRM e produtos de saúde comercializados e aprovados em Portugal. Adicionalmente, o MedicamentoCerto.pt não fornece nenhuma informação sobre medicamentos não disponíveis em Portugal.

O utilizador reconhece que a atualização do MedicamentoCerto.pt fica ao critério exclusivo da serFarma. A serFarma não faz nenhuma declaração nem garantia, implícita ou explícita, no que diz respeito à compatibilidade da ferramenta, e suas futuras versões, com qualquer hardware ou software. A serFarma não representa, nem garante, a continuidade das características ou das instalações fornecidas pelo ou através do serviço, nem a continuidade entre as várias versões dos mesmos.

Todas as garantias expressamente previstas deixam de ser aplicáveis: (1) se o utilizador final utilizar, alterar, armazenar ou instalar indevidamente todo ou parte do serviço; (2) se o utilizador final possuir ou utilizar software ou hardware que não cumpra com as especificações fornecidas pela serFarma; (3) no caso de qualquer garantia expressa da conexão de ações ou omissões, externa à serFarma.

O utilizador compromete-se a:

i. Não imitar ou fazer passar-se por outrem nem fazer uma utilização abusiva da sua relação com outrem;

ii. Não violar, com ou sem intenção, qualquer lei nacional, regional ou internacional;

iii. Não registar e/ou transmitir, através de MedicamentoCerto.pt, qualquer conteúdo ilegal, ameaçador, provocador, abusivo, difamatório, obsceno, pornográfico, violador da privacidade, racista ou discriminatório contra qualquer pessoa ou grupo de pessoas;

iv. Não registar e/ou transmitir, sem que para tal tenha direito, qualquer conteúdo sob lei ou contrato, incluindo informação confidencial obtida no âmbito de relações de trabalho ou profissionais, nomeadamente entre profissional de saúde-doente, ou informação que viole qualquer patente, direito de autor ou outro direito de propriedade de qualquer pessoa;

v. Não registar e/ou transmitir qualquer anúncio ou mensagem para grupos de pessoas não autorizados ou não solicitados, material promocional, esquema de negócio ou qualquer outra forma de solicitação;

vi. Não registar e/ou transmitir qualquer software que contenha vírus ou qualquer outro código, ficheiro ou programa de computador concebido para interromper, destruir, danificar ou limitar a funcionalidade de qualquer equipamento de hardware, software ou de telecomunicações;

vii. Não copiar, transmitir, modificar, distribuir, mostrar ou executar publicamente ou criar qualquer trabalho derivado de qualquer conteúdo que esteja disponível em medicamentocerto.pt;

vii. Não obter ou armazenar, sem autorização do respetivo titular, dados pessoais de outro ou outros utilizadores.

A serFarma não é responsável pelos resultados da decisão do utilizador através do MedicamentoCerto.pt, nem por quaisquer informações ou resultados por ele apresentados. A serFarma não assume, portanto, qualquer responsabilidade decorrente do incumprimento, por parte dos utilizadores, dos presentes termos e condições.

8. Publicidade

A publicidade no MedicamentoCerto.pt, bem como os conteúdos e hiperligações associadas, são da exclusiva responsabilidade das entidades anunciantes. A serFarma não se responsabiliza por quaisquer danos que possam ocorrer em virtude de relações que o utilizador venha a estabelecer com entidades que publicitem no MedicamentoCerto.pt.

Qualquer publicidade será distinguida com a menção "PUB" e estará claramente localizada em banners e/ou caixas especificamente criadas para o efeito.

9. Hiperligações ("links")

Em MedicamentoCerto.pt poderão existir hiperligações ("links") para outros sites da internet, registados em nome de terceiros. Estas hiperligações não traduzem qualquer ligação e/ou controlo sobre os mesmos, não se responsabilizando a serFarma pelos conteúdos aí disponibilizados, sua veracidade, correção e/ou exatidão, nem pela utilização que deles seja feita.

10. Avisos e alertas

A serFarma poderá eventualmente divulgar aos utilizadores avisos, através da criação de links para avisos, e que poderão servir para comunicar alterações aos presentes termos e condições ou para informar sobre qualquer outra matéria.

11. Responsabilidade

A serFarma não será responsável por quaisquer danos, prejuízos e/ou perdas sofridas pelo utilizador ou por terceiros em virtude de acasos fortuitos e/ou circunstâncias de força maior que ocorram durante a utilização do MedicamentoCerto.pt.

Sob nenhuma circunstância a serFarma terá responsabilidade perante o utilizador final ou qualquer outra pessoa por quaisquer danos diretos, indiretos, exemplares, especiais ou consequentes, decorrentes ou relacionados com a utilização ou incapacidade de utilizar o serviço ou com os conteúdos fornecidos pelo mesmo.

12. Assunção de Risco, Isenção de Responsabilidade, Indemnização

O utilizador final assume todos os riscos na seleção e utilização dos serviços MedicamentoCerto.pt e dos seus conteúdos. A serFarma não será responsável por quaisquer erros, imprecisões ou omissões relativas ao conteúdo disponibilizado ou por quaisquer atrasos ou interrupções na entrega do serviço.

O utilizador final reconhece ainda que a serFarma:(a) não tem controlo nem responsabilidade pela utilização final dos serviços do medicamentocerto.pt e dos seus conteúdos; (b) não tem conhecimento das circunstâncias específicas e exclusivas em que o serviço e os respetivos conteúdos fornecidos possam ser usados pelo utilizador; (c) não assume nenhuma obrigação de completar ou atualizar o conteúdo de medicamentocerto.pt; (d) não tem responsabilidade pelos dados ou informação fornecidos na sequência da utilização de medicamentocerto.pt, por pessoas externas à serFarma.

A serFarma não será responsável, perante qualquer pessoa, por algum acordo de indemnização, reivindicações, ações judiciais, procedimentos, custos, honorários, danos ou outras perdas (pessoais ou coletivas) decorrentes ou relativas ao uso do medicamentocerto.pt ou do conteúdo por ele disponibilizado. A serFarma não é responsável por quaisquer dados ou informações do serviço em casos de delito, danos pessoais ou negligência.

Além disso, não obstante o definido anteriormente, a serFarma não será responsável, em nenhuma circunstância, por quaisquer danos especiais, acidentais, diretos ou indirectos, de perda de lucros ou perda de negócios, decorrentes da utilização de MedicamentoCerto.pt

13. Disposições finais

A serFarma reserva-se o direito de, a todo o tempo e sem aviso prévio, rever os presentes termos e condições de acesso e utilização, com efeitos a partir da data da sua divulgação.

Caso alguma das disposições dos presentes termos e condições seja considerada ilegal ou inaplicável, no todo ou em parte, deverá a mesma ser considerada como não fazendo parte destes termos e condições, mantendo-se a validade e aplicabilidade das restantes disposições.

O presente site rege-se pela Lei portuguesa.

Para mais informações poderá contactar a serFarma através de:

Morada: Rua Pedro Nunes | IPN Edif. C | 3030-199 Coimbra

Contacto: + 351 934 017 030

Email: geral@medicamentocerto.pt

As cookies utilizadas neste site não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies. Saber mais Aceitar

Perguntas Frequentes

1. Introdução ao MedicamentoCerto
1.1. O que é o MedicamentoCerto.pt?

O MedicamentoCerto.pt é uma plataforma web que apoia a decisão no contexto dos problemas de saúde de menor gravidade e da automedicação. O MedicamentoCerto.pt contém informação sobre os problemas de saúde de menor gravidade e recomendações para a prevenção, alívio ou tratamento desses problemas, de acordo com as suas características. O MedicamentoCerto.pt contém informação sobre Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM) para melhorar a sua utilização. 

1.2. O que são problemas de saúde de menor gravidade?

Os problemas de saúde de menor gravidade (designados como “sintomas” no MedicamentoCerto.pt) são “patologias comuns, sem consequências graves, considerados autolimitados (de curta duração) e que respondem bem ao tratamento dos sintomas” (FIP, 1999) Alguns exemplos de problemas de saúde de menor gravidade são: dores ligeiras (cabeça, dentes, garganta, musculares), febre, diarreia, obstipação, congestão nasal, tosse e rouquidão, acne, micoses, feridas superficiais e queimaduras.

1.3. O que é a automedicação?

A automedicação consiste na utilização de Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM) de forma responsável, sempre que se destine ao alívio e tratamento de queixas de saúde passageiras e sem gravidade, com a assistência ou aconselhamento opcional de um profissional de saúde.

1.4. O que são Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM)?

Os Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM) podem ser adquiridos sem receita porque a sua utilização não exige a supervisão do médico. Podem ser adquiridos nas farmácias, outros locais de venda de MNSRM e através da internet (em websites de farmácias e outros locais de venda de MNSRM devidamente autorizados pelo INFARMED). Estes medicamentos são utilizados há longos anos e têm um perfil de segurança bem conhecido, pelo que estão acessíveis e podem ser comprados livremente, sem necessidade de receita médica. Estes medicamentos, tal como todos os restantes, obedecem a um conjunto de critérios de  qualidade, segurança e eficácia e estão sujeitos a aprovação pela entidade reguladora do medicamento, o INFARMED.

Os MNSRM destinam-se à prevenção, alívio ou tratamento de problemas de saúde ligeiros e sem gravidade (problemas de saúde de menor gravidade). São considerados seguros desde que utilizados de acordo com a informação disponível na embalagem e no folheto informativo.

1.5. Quais os objetivos do MedicamentoCerto.pt?

Os problemas de saúde de menor gravidade como febre, dores ligeiras, gripes ou constipações afetam um elevado número de pessoas em qualquer fase da vida, desde o nascimento até à velhice. São problemas em geral autolimitados e de curta duração mas que influenciam o bem-estar dos cidadãos e que podem evoluir para problemas de saúde mais graves. Uma correta autogestão (ou autocuidado) destes problemas permite aos utilizadores o alívio e/ou tratamento de forma autónoma, melhorando a sua saúde e reduzindo os custos. A automedicação é um dos componentes desse autocuidado e consiste na utilização de Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM) para a prevenção e alívio de queixas autolimitadas (problemas de saúde de menor gravidade), sem recurso à consulta médica. As situações passíveis de automedicação encontram-se legisladas no Despacho n.º 17690/2007, de 23 de Julho, e são estas situações (ou sintomas) que são abordadas no MedicamentoCerto.pt (ver "Quais são os sintomas disponíveis?"). Todos os outros sintomas que não fazem parte do MedicamentoCerto.pt devem ser avaliados por um médico ou farmacêutico.

A autogestão da saúde e a automedicação são, assim, processos muito importantes para todos os cidadãos e também para os sistemas de saúde. Quando realizadas de forma responsável permitem melhorar a saúde do doente, que poupa tempo e dinheiro, e otimizar os sistemas de saúde (reduzindo o número de consultas médicas, urgências e internamentos). No entanto, para que a automedicação seja realizada de forma adequada, o doente necessita de tomar decisões corretas. Para apoiar essas decisões, é fundamental ter acesso a informação de saúde, mas essa informação é, por vezes, difícil de obter, validar e interpretar. Para uma correta automedicação, o doente deve ser capaz de reconhecer o problema de saúde ou sintoma, determinar a sua gravidade (e a necessidade ou não de consultar um profissional), escolher o medicamento mais apropriado e utilizá-lo de forma correta. Caso o doente não tenha acesso a informação adequada e tome alguma decisão errada, a automedicação pode ser perigosa e prejudicar a saúde.

O  MedicamentoCerto.pt foi desenvolvido por farmacêuticos experientes no aconselhamento para o tratamento de problemas de saúde de menor gravidade e também no desenvolvimento de conteúdos de informação de saúde para o doente.

O MedicamentoCerto.pt tem os seguintes objetivos: 1) apoiar a decisão do utilizador no tratamento dos problemas de saúde de uma forma rápida, prática e intuitiva e 2) disponibilizar informação personalizada de acordo com as suas caraterísticas e queixas. O utilizador pode obter informação sobre o problema de saúde ou sintoma, nomeadamente informação para o ajudar a perceber se está presente algum sinal de maior gravidade que o deva encaminhar ao médico; tem acesso a uma lista de medidas de suporte, que são pequenos cuidados que o irão ajudar a tratar, aliviar ou prevenir o problema de saúde sem recorrer a medicamentos. O MedicamentoCerto.pt sugere uma ou mais listas de  Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM) adequados ao perfil e ao problema de saúde em causa; sugere outros produtos de saúde como dermocosméticos (ex. cremes e loções), dispositivos médicos (ex. termómetro) ou suplementos, que podem ser importantes para tratar, aliviar ou prevenir o problema de saúde; disponibiliza ainda informação que suporta a utilização correta dos MNSRM e dos outros produtos de saúde. O utilizador poderá ainda obter informação personalizada sobre um MNSRM específico, apoiando a utilização correta de acorco com as características selecionadas.

O MedicamentoCerto.pt não faz diagnóstico nem triagem e não substitui a consulta de um profissional de saúde nem a leitura cuidadosa do Folheto Informativo de cada MNSRM. O MedicamentoCerto.pt é uma ferramenta que o pode apoiar nas decisões de saúde, no âmbito do autocuidado de problemas de saúde de menor gravidade.

Nota: Todos os medicamentos apresentam riscos de segurança que podem não estar descritos. A sugestão de determinado medicamento não garante que este seja eficaz, seguro e isento de efeitos secundários. Em caso de dúvidas consulte o médico ou farmacêutico.

1.6. A quem se destina o MedicamentoCerto.pt?

O MedicamentoCerto.pt destina-se a ser utilizado por cidadãos maiores de idade (com mais de 18 anos) de Portugal, mediante a consulta e aceitação dos Termos de utilização. Estes cidadãos podem utilizar o MedicamentoCerto.pt para consulta dos seus próprios sintomas ou dos sintomas de terceiros ao seu cuidado (como por exemplo crianças ou idosos). No caso de estar a utilizar o MedicamentoCerto.pt para o tratamento de terceiros deve introduzir as características do doente a tratar e não as suas.

2. Funcionamento do MedicamentoCerto
2.1. Como funciona o MedicamentoCerto?

O MedicamentoCerto.pt disponibiliza informação resumida sobre problemas de saúde de menor gravidade (“sintomas”), sobre a sua prevenção, alívio ou tratamento e informação sobre os Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM) (“medicamento”).

Ao procurar por "sintoma" encontra, nas etapas seguintes, informação de saúde sobre o sintoma selecionado e, de acordo com as características selecionadas (perfil) (idade, alergias, doenças crónicas, etc.), o MedicamentoCerto.pt apresenta resultados personalizados de MNSRM e outros produtos de saúde adequados ao perfil. 

Ao procurar por "medicamento" encontra informação personalizada, de acordo com as características (perfil) (idade, alergias, doenças crónicas, etc.), de forma a apoiar a utilização correta do MNSRM.

Tenha atenção!

O MedicamentoCerto.pt:

  • NÃO substitui a consulta de um profissional de saúde. Deve sempre consultar um médico ou farmacêutico.

  • NÃO contém toda a informação relevante sobre problemas de saúde, sintomas, medicamentos ou outros produtos. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas deve consultar o médico ou o farmacêutico.

  • NÃO faz diagnóstico ou autodiagnóstico. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas deve consultar o médico ou o farmacêutico.

  • NÃO garante o efeito do(s) medicamento(s) recomendados, nem a sua segurança, nem a inexistência de reações adversas ou efeitos secundários decorrentes da toma do medicamento. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas deve consultar o médico ou o farmacêutico.

  • NÃO sugere, em caso algum, que o seu estado de saúde pode ser melhorado através da utilização de qualquer medicamento ou produto de saúde, nem que o seu estado de saúde pode ser prejudicado caso o medicamento ou produto de saúde não seja utilizado.

  • NÃO pode ser utilizado como fonte exclusiva de informação, nem a informação disponibilizada ser utilizada como base exclusiva para fundamentar ou apoiar quaisquer decisões ou atos de saúde (por ação ou omissão). As informações contidas no MedicamentoCerto.pt destinam-se apenas a apoiar os utilizadores, não constituindo a informação disponibilizada uma decisão final.

Todo e qualquer dado introduzido é da exclusiva responsabilidade do utilizador e, em consonância, todo e qualquer resultado decorrente da utilização da plataforma MedicamentoCerto.pt é da responsabilidade única e exclusiva do utilizador.

Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas deve consultar SEMPRE o médico ou o farmacêutico.

2.2. Como posso aceder ao MedicamentoCerto?

O acesso ao MedicamentoCerto.pt é feito através da página oficial, em www.medicamentocerto.pt

Poderá ter acesso ao MedicamentoCerto.pt a partir de qualquer dispositivo com acesso à Internet (ver Requisitos de utilização).

Antes da utilização do MedicamentoCerto.pt deve consultar e concordar com os respetivos Termos de Utilização.

2.3 Quais os requisitos de utilização do MedicamentoCerto?

O MedicamentoCerto.pt foi testado nas versões mais recentes de diferentes browsers mais utilizados: Internet Explorer, da Microsoft; Safari, da Apple Inc.; Mozilla Firefox, da Mozilla Foundation; Google Chrome, da Google.

Caso ocorra algum problema de compatibilidade verifique a versão do browser utilizado e proceda à sua atualização, se necessário. Se o problema persistir contacte-nos através do endereço geral@medicamentocerto.pt

2.4. Quais são as etapas de funcionamento do MedicamentoCerto.pt?

Ao pesquisar por "sintoma" o MedicamentoCerto.pt funciona em 5 etapas distintas:

  1. Início

  2. Sintoma

  3. Características

  4. Resultados

  5. Medicamento

Ao pesquisar por "medicamento" o MedicamentoCerto.pt funciona em 3 etapas distintas:

  1. Início

  2. Características

  3. Medicamento

3. Pesquisa por "Sintoma", Etapa 1 - Início
3.1. Como posso selecionar um sintoma?

Na página inicial do MedicamentoCerto.pt poderá procurar por sintomas, sinais, problemas de saúde ou sinónimos ou pode selecionar diretamente da lista apresentada. Ao fazer uma pesquisa, o MedicamentoCerto.pt vai sugerir sintomas ou problemas que mais se aproximam dos termos da pesquisa. Depois de selecionar o sintoma/problema da lista deve sempre confirmar na página seguinte (em “Sintoma”) que se trata efetivamente do problema em causa.

O MedicamentoCerto.pt não faz diagnóstico. O MedicamentoCerto.pt aborda os problemas menores de saúde (problemas ou sintomas ligeiros que são passíveis de automedicação).

Pode selecionar o sintoma através da pesquisa de sinónimos ou termos relacionados com o problema em causa. Se não conseguir encontrar o sintoma que pretende tratar confira a lista de sintomas disponíveis. Se, ainda assim, não encontrar o sintoma  na lista, deve consultar um médico ou farmacêutico.

Caso tenha dúvidas em identificar ou selecionar o seu sintoma deve consultar o seu médico ou farmacêutico.

3.2. Quais são os sintomas disponíveis?

No MedicamentoCerto estão disponíveis os “sintomas”:

  • Pele
    • Acne
    • Calos
    • Caspa
    • Dermatite atópica
    • Dermatite de contacto
    • Dermatite seborreica
    • Eritema da fralda
    • Feridas
    • Frieiras
    • Herpes labial
    • Infeção no pénis
    • Micose das unhas
    • Micose dos pés
    • Picadas de insetos
    • Piolhos
    • Queda de cabelo
    • Queimaduras
    • Sarna
    • Tinha versicolor
    • Verrugas
  • Sistema Digestivo
    • Aftas
    • Azia
    • Candidíase oral
    • Cólicas no bebé
    • Diarreia
    • Dor de dentes
    • Enjoo em viagem
    • Flatulência
    • Gengivas inflamadas
    • Hemorroidas
    • Indigestão
    • Obstipação
  • Sistema Nervoso
    • Ansiedade
    • Dor de cabeça
    • Enxaqueca
    • Insónia
  • Sistema Respiratório
    • Congestão nasal
    • Dor de garganta e rouquidão
    • Gripe e constipação
    • Rinite alérgica
    • Tosse
  • Sistema Ginecológico
    • Dores menstruais
    • Infeção vaginal
  • Sistema Muscular
    • Dores músculo-esqueléticas
  • Geral
    • Febre
  • Sistema Vascular
    • Pernas cansadas e pesadas
  • Sistema Ocular
    • Conjuntivite alérgica
    • Olho seco e irritado

Esta lista baseia-se nas “situações passíveis de automedicação” que se encontram legisladas no Despacho n.º 17690/2007, de 23 de Julho, acessível em: http://www.infarmed.pt/documents/15786/1065790/011-D1_Desp_17690_2007.pdf. São sintomas ou queixas de menor gravidade e autolimitados.

3.3. Não consigo encontrar o meu sintoma na lista. O que devo fazer?

O MedicamentoCerto.pt aborda os sintomas ligeiros que são passíveis de automedicação. Sempre que seleciona o sintoma da lista deve confirmar (na informação disponibilizada na etapa seguinte, página "Sintoma") que se trata efetivamente do problema em causa. Pode chegar ao sintoma através da pesquisa de sinónimos ou termos relacionados com o sintoma em causa. Se não encontrar o sintoma que pretende tratar confira a lista de sintomas disponíveis. Se ainda assim não encontra o seu sintoma, deve consultar um médico ou farmacêutico.  

O MedicamentoCerto.pt não faz diagnóstico de problemas de saúde. Caso tenha dúvidas em identificar ou selecionar o seu sintoma deve consultar o seu médico ou farmacêutico.

4. Pesquisa por "Sintoma", Etapa 2 - Sintoma
4.1. Em que consiste a etapa “Sintoma”?

Após selecionar um sintoma, entra no 2º passo de uma série de 5 etapas de utilização do MedicamentoCerto.pt. Na etapa “Sintoma” deve ler a informação resumida que é apresentada e confirmar que corresponde efetivamente à sua queixa.

O MedicamentoCerto.pt não faz diagnóstico nem triagem. Se tiver dúvidas na identificação do sintoma deve consultar o seu médico ou farmacêutico.

Ao identificar o sintoma deve analisar com atenção os sinais de alerta apresentados (Ver O que são os sinais de alerta?). Caso verifique algum destes sinais  deve selecionar a checkbox correspondente. Surgirá um alerta e deverá consultar o médico ou farmacêutico.

Se não estiver presente nenhum dos sinais de alerta clique em “Avançar” para a fase seguinte.

4.2. Que informação sobre os sintomas está disponível?

Na 2ª etapa do MedicamentoCerto.pt (“Sintoma”) tem acesso a informação resumida sobre o sintoma ou problema de saúde e sobre os respetivos sinais de alerta. Nesta página pode ler e fazer download de um folheto informativo sobre o sintoma/problema de saúde em causa, no símbolo . Na etapa “Resultados” tem ainda acesso a um conjunto de Dicas para ajudar a aliviar os sintomas. Também nesta etapa pode aceder ao folheto informativo sobre o sintoma/problema de saúde, no símbolo .

O folheto inclui ainda uma lista de sinais de alerta. Se estiver presente algum destes sinais deve consultar um médico ou farmacêutico. Estes sinais incluem, por exemplo, uma duração prolongada ou um agravamento dos sintomas, situação na qual deve consultar um profissional de saúde.

4.3. O que são os “Sinais de alerta”?

O tratamento em automedicação de problemas de saúde de menor gravidade exige que estes problemas sejam queixas menores e autolimitadas, que não representam um risco grave para a saúde do doente. Para isso, estão descritos, para cada sintoma, sinais de alerta. A presença de algum destes sinais significa que o sintoma pode representar uma situação mais complexa, que deve ser avaliada por um profissional de saúde (médico ou farmacêutico). Estes sinais de alerta podem incluir características pessoais como a idade, o historial clínico (doenças crónicas e medicamentos) ou ainda características do(s) sintoma(s). Em caso algum deve tentar tratar um sintoma ou seja, continuar para a fase seguinte do MedicamentoCerto.pt, quando identificar algum sinal de alerta, sem consultar um profissional de saúde.

Os sinais de alerta apresentados para cada sintoma são apenas sugestivos e não significam, obrigatoriamente, que a sua situação de saúde é grave, pelo que deve SEMPRE aconselhar-se com o seu médico ou farmacêutico. Por outro lado, se apresentar algum outro sinal ou sintoma que não esteja na lista mas que o incomoda ou preocupa bastante, ou que seja de longa duração, deve SEMPRE aconselhar-se com o seu médico ou farmacêutico.

Os sinais de alerta apresentados podem ser acompanhados de informação adicional, acessível no botão com a sigla “i”, e que o ajuda a identificar corretamente os mesmos.

Alguns exemplos de sinais de alerta:

Para a GRIPE E CONSTIPAÇÃO

Já utilizou algum medicamento e não se sentiu melhor - Se já utilizou algum medicamento para tratar sintomas de gripe ou constipação e não está melhor pode tratar-se de um problema mais complexo e, por isso, necessita de consultar um médico para um correto diagnóstico e tratamento.

Tem menos de 2 anos  - Se os sintomas de gripe ou constipação estão presentes num bebé com menos de 2 anos, deve consultar um médico para um correto diagnóstico e tratamento.

Os sintomas duram há mais de 1 semana - Uma duração prolongada significa que já não se trata de um sintoma autolimitado e que pode ser uma situação mais complexa, pelo que deve consultar um médico para um correto diagnóstico e tratamento.

Está grávida ou a amamentar - No caso das grávidas ou mulheres a amamentar, a gripe ou constipação pode ser um problema mais complexo pelo que deve consultar um médico, para um correto diagnóstico e tratamento.

Tem febre alta (superior a 39ºC)  - A presença de febre alta pode indicar a presença de um problema mais complexo pelo que deve consultar um médico, para um correto diagnóstico e tratamento.

Tem vómitos  - A presença de vómitos pode indicar a presença de um problema mais complexo, pelo que deve consultar um médico, para um correto diagnóstico e tratamento.

Tem dor no peito, dificuldade em respirar ou respiração com ruídos (pieira) - A presença destes sinais pode indicar a presença de um problema mais complexo pelo que deve consultar um médico, para um correto diagnóstico e tratamento.

Tem dificuldade em engolir - A presença de dor de garganta forte e dificuldade em engolir pode indicar a presença de um problema mais complexo pelo que deve consultar um médico, para um correto diagnóstico e tratamento.

Tem dor de ouvido há mais de 48 horas - A dor de ouvidos prolongada pode indicar a presença de um problema mais complexo pelo que deve consultar um médico, para um correto diagnóstico e tratamento.

Tem alterações na pele - A presença de manchas ou outras alterações na pele pode indicar a presença de um problema mais complexo pelo que deve consultar um médico, para um correto diagnóstico e tratamento.

É diabético(a) - Se é diabético(a) deve consultar um médico, para um correto diagnóstico e tratamento.

Tem asma (doença dos pulmões) - Se tem asma deve consultar um médico, para um correto diagnóstico e tratamento.

Tem DPOC (doença dos pulmões) - Se tem DPOC deve consultar um médico, para um correto diagnóstico e tratamento.

Tem insuficiência cardíaca (doença do coração) - Se tem insuficiência cardíaca deve consultar um médico, para um correto diagnóstico e tratamento.

Tem insuficiência renal (doença dos rins) - Se tem insuficiência renal deve consultar um médico, para um correto diagnóstico e tratamento.

É imunodeprimido - Se é imunodeprimido(a) deve consultar um médico, para um correto diagnóstico e tratamento.

5. Pesquisa por "Sintoma", Etapa 3 - Características
5.1. Em que consiste a etapa “Características”?

Depois de confirmar o sintoma ou problema de saúde, e de analisar a presença de algum sinal de alerta, deve inserir, na etapa "Características", alguns dados do seu perfil, para o podermos aconselhar corretamente. O aconselhamento adequado à sua situação só será possível se introduzir corretamente e de forma completa estes dados:

  • O seu sexo: Masculino ou Feminino

  • A sua idade

  • O seu peso (obrigatório apenas para crianças com menos de 12 anos)

  • A presença de alguma condição específica como: Gravidez ou Amamentação (no caso das mulheres), Hábitos de consumo (se fuma ou consome bebidas alcoólicas regularmente), Atleta de alta competição, Condutor (veículos automóveis, máquinas, etc.) ou se está debilitado ou acamado.

  • A existência de alguma Alergia ou Intolerância (ver Como identificar alergias e intolerâncias?).

  • A existência de algum Problema de Saúde ou Doença Crónica.

  • Se toma algum Medicamento habitualmente.

Notas importantes:

No caso de estar a utilizar o MedicamentoCerto.pt para o tratamento de terceiros ao seu cuidado deve introduzir as características do doente a tratar e não as suas.

Os resultados sugeridos pelo MedicamentoCerto.pt têm em conta as suas características (perfil), pelo que é fundamental que as identifique corretamente para que o aconselhamento seja adequado. O aconselhamento adequado à situação só será possível se introduzir corretamente TODOS os dados.

5.2. Como identificar alergias e intolerâncias?

Na presença de alguma Alergia ou Intolerância, deve identificá-la(s). Deve identificar as suas alergias e/ou intolerâncias a medicamentos mas também a alimentos ou outras substâncias.

Para identificar as alergias ou intolerâncias, na Etapa 3 - Características, na questão “Tem alguma alergia ou intolerância?” deve pesquisar a sua alergia. No caso de alergias a medicamentos, a pesquisa tem que ser feita pela Denominação Comum Internacional (DCI) ou nome genérico (ex. deve pesquisar Paracetamol ou Ibuprofeno e não Ben-u-Ron ou Brufen). 

As sugestões de alergias que são apresentadas resultam de uma lista pré definida que inclui: 1) excipientes com efeito conhecido (de acordo com EMA Guidelines, Medicinal Products for Human Use Safety, environment and information, Excipients in the label and package leaflet of medicinal products for human use, July 2003), 2) alergénios (de acordo com a lista do Centro de Terminologias Clínicas de Portugal, SNOMED CT) e 3) as classes de medicamentos e correspondentes substâncias ativas (Denominação Comum Internacional ou nome genérico) mais frequentemente implicadas em reações alérgicas (de acordo com Warrington and Silviu-Dan Allergy, Asthma & Clinical Immunology 2011, 7(Suppl 1):S10). Se não encontrar correspondência com o termo que está a pesquisar deve consultar o seu médico ou farmacêutico para aconselhamento. Agradecemos ainda que nos envie um email para geral@medicamentocerto.pt a informar sobre a sua alergia.

5.3. Como posso adicionar um problema de saúde ou doença crónica?

Pode identificar os seus problemas de saúde ou doenças crónicas na etapa 3, “Características”. Os problemas de saúde ou doenças crónicas como a diabetes, hipertensão, asma, etc devem ser identificados mesmo que esteja a fazer alguma medicação. Caso sofra de algum problema de saúde ou doença crónica deve pesquisar o(s) seu(s) problema(s) de saúde na caixa de pesquisa da questão “Tem algum problema de saúde ou doença crónica?”.

A lista de problemas de saúde apresentada tem por base uma adaptação da Classificação Internacional de Cuidados Primários, 2ª Edição (ICPC2) do Comité Internacional de Classificações WONCA (WICC) nas categorias: Infeções, Neoplasias, Anomalias Congénitas e Outros Diagnósticos. Na pesquisa livre, o programa permite procurar também doenças que estejam incluídas em cada um dos problemas classificados, sugerindo a respetiva classificação sempre que aplicável. Em geral, o programa sugere a melhor correspondência ao termo que indicou, na classificação ICPC2.

Alguns problemas de saúde mais específicos (como por exemplo os relativos a transtornos do metabolismo de determinados nutrientes) foram classificados de acordo com a International Statistical Classification of Diseases and Related Health Problems 10th Revision (ICD10). Caso tenha dificuldade em identificar corretamente o(s) seu(s) problema(s) de saúde nas nossas listas deve consultar um profissional de saúde (médico ou farmacêutico) para aconselhamento.

No caso de estar a preencher para terceiros (por exemplo criança ou idoso) deve identificar corretamente os problemas de saúde do doente em causa.

5.4. Como posso adicionar um medicamento que esteja a tomar?

Se estiver a tomar algum medicamento, quer seja de forma habitual (por exemplo, um medicamento para tratar a hipertensão ou a diabetes) ou ocasional (por exemplo, um antibiótico para tratar uma infeção), deve identificar esse(s) medicamento(s) na etapa 3 “Características”. Na caixa de pesquisa da questão "Toma algum medicamento?" deve procurar o(s) medicamentos(s). Deve pesquisar o medicamento pela respetiva marca, identificando corretamente a dosagem do medicamento e a forma farmacêutica (ou apresentação), alguns exemplos:

  • Ben-u-Ron, 500mg, comprimidos
  • Aspirina GR, 100mg, comprimidos gastrorresistentes

Se tiver dificuldade em identificar corretamente o(s) seu(s) medicamento(s) nas nossas listas deve consultar um profissional de saúde (médico ou farmacêutico) para aconselhamento. No caso de estar a utilizar o MedicamentoCerto.pt para terceiros (por exemplo criança ou idoso) deve identificar corretamente os medicamentos do doente em causa.

6. Pesquisa por "Sintoma", Etapa 4 - Resultados
6.1. Como é que o MedicamentoCerto chega aos “Resultados”?

A informação de base para o funcionamento do MedicamentoCerto.pt é a informação disponibilizada pelo INFARMED, Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, I.P., sobre cada MNSRM comercializado em Portugal, nomeadamente a que consta do respetivo Resumo das Características do Medicamento (RCM) e/ou do respetivo Folheto Informativo (FI) aprovados. Estes dados foram analisados e tratados por farmacêuticos e foi construída uma lógica de decisão que tem em conta toda a informação que vai sendo introduzida, quer sobre o problema de saúde ou sintoma, quer sobre o doente.

Os resultados sugeridos pelo MedicamentoCerto.pt são personalizados pois têm em conta o sintoma/problema de saúde e as características e histórico clínico de cada doente. Por isso, para que o aconselhamento se adeque ao seu perfil, é fundamental que identifique corretamente todas estas informações.

Notas importantes:

Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas deve consultar SEMPRE o médico ou o farmacêutico.

O MedicamentoCerto.pt:

  • NÃO substitui a consulta de um profissional de saúde. Deve SEMPRE consultar um médico ou farmacêutico.

  • NÃO contém toda a informação relevante sobre problemas de saúde, sintomas, medicamentos ou outros produtos. Em caso de dúvida ou de persistência dos sintomas deve consultar o médico ou o farmacêutico.

  • NÃO faz diagnóstico, autodiagnóstico ou triagem. Em caso de dúvida ou de persistência dos sintomas deve consultar o médico ou o farmacêutico.

  • NÃO deve basear-se exclusivamente em qualquer informação disponibilizada para fundamentar ou apoiar quaisquer decisões ou atos (por ação ou omissão).

  • NÃO garante o efeito do medicamento, nem a sua segurança, nem a inexistência de reações adversas ou efeitos secundários decorrentes da toma do medicamento. Em caso de dúvida ou de persistência dos sintomas deve consultar o médico ou o farmacêutico.

  • NÃO sugere, em caso algum, que o seu estado de saúde pode ser melhorado através da utilização de qualquer medicamento ou produto de saúde, nem que o seu estado de saúde pode ser prejudicado caso o medicamento ou produto de saúde não seja utilizado.

  • As informações contidas no MedicamentoCerto.pt destinam-se apenas a apoiar os utilizadores, não constituindo a informação disponibilizada uma decisão final.

  • Todo e qualquer dado introduzido é da exclusiva responsabilidade do utilizador e, em consonância, todo e qualquer resultado decorrente da utilização da plataforma MedicamentoCerto.pt é da responsabilidade total e exclusiva do utilizador.

6.2. Quais os “Resultados” que posso obter?

Na última "Resultados", o MedicamentoCerto.pt disponibiliza um conjunto de resultados personalizados de acordo com as informações introduzidas nas etapas anteriores. Os resultados disponibilizados são de vários tipos:

  • Dicas para ajudar a aliviar o sintoma: pequenos cuidados que ajudam a tratar, aliviar ou prevenir o(s) sintoma(s). Não implicam a utilização de medicamentos e, muitas vezes, são suficientes para o(a) ajudar. Pode fazer download desta informação clicando no símbolo . Esta informação será completada com informação sobre o sintoma.

  • Medicamentos para o tratamento: listas de Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM) que são adequados tendo em conta as características e histórico clínico que introduziu. Os medicamentos estão organizados em 1 ou mais listas, de acordo com o “tipo de ação”. Por exemplo, para aliviar a DOR DE GARGANTA surgem 2 listas: medicamentos com “Efeito local”, como uma pastilha, e medicamentos com “Efeito sistémico”, como um comprimido analgésico (para aliviar a dor). Neste caso, pode selecionar um medicamento de cada lista, uma vez que a sua ação é complementar.

    • Ao selecionar um medicamento este fica marcado com um "check". Depois de selecionar o(s) medicamento(s) que pretende utilizar, deve clicar em "Avançar" (no final da página) para puder aceder à informação sobre cada medicamento (Etapa 5 - Medicamento).

Nota: Todos os medicamentos apresentam riscos de segurança que podem não estar descritos. A sugestão de determinado medicamento não garante que este seja eficaz, seguro e isento de efeitos secundários. Em caso de dúvidas consulte o médico ou farmacêutico.

6.3. Em que consistem as “Dicas para ajudar a aliviar os sintomas”?

As “Dicas para ajudar a aliviar os sintomas” são pequenos cuidados que ajudam a tratar, aliviar ou prevenir o sintoma. Não implicam a utilização de medicamentos e, muitas vezes, são suficientes para o(a) ajudar. Pode fazer download da informação das “dicas” clicando no símbolo . Neste folheto, esta informação será completada com informação sobre o sintoma.

6.4. Em que consistem os “Medicamentos para tratamento”?

Na página de “Resultados” (Etapa 4) tem acesso a listas de Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM) que pode utilizar e que são adequados de acordo com o perfil. Dentro de cada lista, só pode selecionar 1 (um) medicamento. Se os resultados incluem várias listas de medicamentos, pode selecionar um ou mais MNSRM mas só deverá escolher 1 (um) medicamento de cada lista. As várias listas de medicamentos para cada sintoma consistem em diversas abordagens terapêuticas ou opções de tratamento que se complementam. Por exemplo, para aliviar a DOR DE GARGANTA pode utilizar um medicamento com “Efeito local”, como uma pastilha, e também um medicamento com “Efeito sistémico”, como um comprimido analgésico (para aliviar a dor). Pode selecionar 1 (um) medicamento de cada lista para tratamento, uma vez que a sua ação é complementar. Não é obrigatório selecionar um medicamento de cada lista, ou seja, pode selecionar apenas o(s) medicamento(s) que pretender.

Ver também Como estão organizadas as listas de resultados?

Nota: Todos os medicamentos apresentam riscos de segurança que podem não estar descritos. A sugestão de determinado medicamento não garante que este seja eficaz, seguro e isento de efeitos secundários. Em caso de dúvidas consulte o médico ou farmacêutico.

6.5. Nas listas de medicamentos recomendados, o que significam os termos “efeito local” e “efeito sistémico”?

Na página de Resultados terá acesso a uma ou várias listas de Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM) que pode utilizar e que são adequados às características e ao histórico clínico que inseriu. Dentro de cada lista, só pode selecionar 1 (um) medicamento. Se os resultados incluem várias listas de medicamentos, pode selecionar um ou mais MNSRM mas só apenas 1 (um) medicamento de cada lista. As várias listas de medicamentos apresentadas para o mesmo sintoma consistem em diversas abordagens terapêuticas ou opções de tratamento que se complementam. Essas listas podem estar divididas em “Efeito local”, em que o medicamento atua diretamente no local onde é aplicado (pele, boca, garganta, etc.) e “Efeito sistémico” em que o medicamento é ingerido (tomado) e absorvido no sistema digestivo, passando para a corrente sanguínea.

Pode selecionar 1 (um) medicamento de cada uma destas listas, uma vez que a sua ação é complementar. Por exemplo, para aliviar a DOR DE GARGANTA pode utilizar um medicamento com “Efeito local”, como uma pastilha, e também um medicamento com “Efeito sistémico”, como um comprimido analgésico (para aliviar a dor).

Não é obrigatório selecionar um medicamento em cada lista, ou seja, pode selecionar apenas o(s) medicamento(s) que pretender.

6.6. Como estão organizadas as listas de medicamentos dos resultados?

Na página dos Resultados tem acesso a uma ou mais listas de Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM) que poderá utilizar. Estas listas incluem TODOS os Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM) aprovados pelo INFARMED, comercializados em Portugal, com indicação para o sintoma ou problema de saúde identificado e adequados de acordo com as Características e Histórico introduzidos. As listas contêm TODOS os medicamentos que cumpram todas as condições acima referidas à data da última atualização da Base de Dados da serFarma1.  TODOS os medicamentos da(s) lista(s) (incluindo os medicamentos em destaque) são adequados de acordo com as Características e Histórico introduzidos. A ordenação dos medicamentos em cada lista NÃO tem em conta qualquer critério clínico ou de qualidade. Os primeiros medicamentos da lista poderão estar destacados, os restantes são ordenados por ordem alfabética do nome do medicamento. Os destaques de medicamentos poderão corresponder aos medicamentos mais vendidos dentro de cada categoria2 e/ou poderão ser patrocinados pelas respetivas empresas promotoras (nesse caso será apresentada a menção PUB). Pode reorganizar a lista de acordo com as suas preferências em “Preferências” (ver Em que consiste as "preferências" nos resultados?).

Não obstante estes critérios de organização, o MedicamentoCerto.pt é uma plataforma de aconselhamento isenta que disponibiliza a lista completa de MNSRM, ou seja, todos os MNSRM aprovados, comercializados e indicados para cada um dos problemas de saúde ou sintomas, de acordo com a informação constante da base de dados disponibilizada pelo INFARMED I.P. e mediante a informação tratada e disponibilizada pela serFarma1.

A partir da(s) lista(s) de resultados, pode selecionar um ou mais MNSRM mas só deve escolher 1 (um) medicamento de cada lista. As várias listas de medicamentos que podem ser apresentadas para o mesmo sintoma consistem em diversas abordagens terapêuticas ou opções de tratamento que se complementam. Por exemplo, para aliviar a DOR DE GARGANTA poderá utilizar um medicamento com “Efeito local”, como uma pastilha, e um medicamento com “Efeito sistémico”, como um comprimido analgésico (para aliviar a dor). Pode selecionar 1(um) medicamento de cada lista, uma vez que a sua ação é complementar. Não é obrigatório selecionar um medicamento em cada lista, ou seja, pode selecionar apenas o(s) medicamento(s) que pretender.

São apresentadas (sempre que possível) as imagens ilustrativas das embalagens externas e/ou internas dos medicamentos, para facilitar uma correta identificação do mesmo. A serFarma não garante que estas imagens tenham qualidade ótima e que correspondem às embalagens atuais dos medicamentos em causa. 

1. As atualizações são da responsabilidade da serFarma e são realizadas com a periodicidade de 1(um) ano.

2. Ordenação feita com base nos dados de mercado de venda de MNSRM em farnácias [hmR, SET 2016] e de forma não exaustiva e criteriosa.

6.7. Em que consiste as "preferências" nos resultados?

De forma a facilitar a pesquisa e a ir de encontro às suas preferências no que toca aos medicamentos apresentados estão disponíveis diferentes filtros:

  • Ordem alfabética: organiza os medicamentos apresentados por ordem alfabética de marca comercial.
  • Medicamento genérico: apresenta apenas os medicamentos genéricos.
  • Apresentações farmacêuticas1: surge uma lista com as diferentes apresentações disponíveis, por exemplo, Comprimido/Cápsula, Creme/pomada/gel, Forma líquida/para diluir. Poderá filtrar escolhendo o tipo de medicamento que pretende.

1. Os medicamentos foram classificados em grupos de apresentações farmacêuticas (formas farmacêuticas), definidos tendo por base a classificação do INFARMED.

7. Pesquisa por "Sintoma", Etapa 5 - Medicamento
7.1. Que informação está disponível em "Medicamento"?

Na última Etapa (5 - Medicamento) obtém a informação relevante para utilizar corretamente o(s) medicamento(s) selecionado(s).

Nesta etapa tem acesso a informação1 sobre os seguintes tópicos:

  • Nome do medicamentos

  • Imagem do medicamento

  • O que é e para que serve

  • Não tome se

  • Antes de tomar

  • Como devo tomar/usar este medicamento?

    • Dose ou quantidade em cada toma

    • Imagens para apoiar a utilização correta (pictogramas)

    • Modo de administração

    • Dose máxima diária (dose ou quantidade máxima num dia, correspondente a 24 horas)

  • Por quanto tempo devo tomar este medicamento?

  • Como guardar este medicamento?

 

Quando um doente foi caracterizado como condutor de máquinas/veículos, sempre que relevante surge a seguinte informação adicional: Informação constante do respetivo RCM relativamente à utilização do medicamento por condutores de máquinas/veículos.

Quando a doente foi caracterizada como "Grávida" ou "A Amamentar" surge a seguinte informação adicional: Informação constante do respetivo RCM relativamente à utilização do medicamento nestes casos.

 

Nota: Todos os medicamentos apresentam riscos de segurança que podem não estar descritos. A sugestão de determinado medicamento não garante que este seja eficaz, seguro e isento de efeitos secundários. A informação disponibilizada não está completa e deve consultar SEMPRE o Folheto Informativo. Em caso de dúvidas consulte o médico ou farmacêutico.

  1. Os tópicos de informação podem não estar sempre todos presentes para todos os medicamentos.

8. Pesquisa por "Medicamento", Etapa 1 - Início
8.1. Como posso selecionar um medicamento?

Na página inicial do MedicamentoCerto.pt poderá procurar Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM) clicando no botão "Medicamento". Ao introduzir pelo menos 3 caracteres o MedicamentoCerto.pt vai apresentar os MNSRM cujo Nome ou Denominação Comum Internacional (DCI) da(s) substância(s) ativa(s) contém os caracteres inseridos. Depois de selecionar o MNSRM deve confirmar "O Sintoma Associado" para o qual pretende usar o medicamento.

O MedicamentoCerto.pt contém a lista de MNSRM autorizados e comercializados em Portugal. A lista é atualizada regularmente mas poderá não conter todos os MNSRM disponíveis. Caso tenha dúvidas em identificar ou selecionar o MNSRM deve consultar o seu farmacêutico para ajuda.

8.2. Quais são os medicamentos disponíveis para pesquisa?

O MedicamentoCerto.pt contém a lista de Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM) autorizados e comercializados em Portugal. A lista é atualizada regularmente mas poderá não conter todos os MNSRM disponíveis. Caso tenha dúvidas em identificar ou selecionar o MNSRM deve consultar o seu farmacêutico.

8.3. Não consigo encontrar o medicamento na lista. O que devo fazer?

O MedicamentoCerto.pt contém a lista de Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM) autorizados e comercializados em Portugal. A lista é atualizada regularmente mas poderá não conter todos os MNSRM disponíveis. Caso tenha dúvidas em identificar ou selecionar o MNSRM deve consultar o seu farmacêutico. 

8.4. Ao escolher o medicamento porque tenho de "Selecionar o Sintoma Associado"?

Depois de selecionar o Medicamento Não Sujeito a Receita Médica (MNSRM) que pretende pesquisar deve confirmar "O Sintoma Associado". Vão surgir os problemas de saúde ou sintomas para os quais o medicamento pode ser utilizado. Deve escolher o problema/sintoma correspondente de forma a obter informação correta de como tomar/utilizar o medicamento, uma vez que, de acordo com o tratamento, a forma de utilizador pode ser diferente. Se não encontrar o seu problema, na lista de Sintomas, deve consultar o seu farmacêutico.

8.5. Não consigo encontrar o sintoma na lista de "sintomas associados". O que devo fazer?

Caso não encontre o sintoma para o qual quer tratar com o medicamento poderá significar que o medicamento não tem indicação para o problema. Consulte o médico ou farmacêutico.

9. Pesquisa por "Medicamento", Etapa 2 – Características
9.1 Em que consiste a etapa “Características”?

Depois de confirmar o sintoma ou problema de saúde para o Medicamento que procura, deve inserir, na etapa "Características", alguns dados do seu perfil, para o podermos aconselhar corretamente. O aconselhamento adequado à sua situação só será possível se introduzir corretamente e de forma completa estes dados:

  • O seu sexo: Masculino ou Feminino

  • A sua idade

  • O seu peso (obrigatório apenas para crianças com menos de 12 anos)

  • A presença de alguma condição específica como: Gravidez ou Amamentação (no caso das mulheres), Hábitos de consumo (se fuma ou consome bebidas alcoólicas regularmente), Atleta de alta competição, Condutor (veículos automóveis, máquinas, etc.) ou se está debilitado ou acamado.

  • A existência de alguma Alergia ou Intolerância (ver Como identificar alergias e intolerâncias?).

  • A existência de algum Problema de Saúde ou Doença Crónica.

  • Se toma algum Medicamento habitualmente.

Notas importantes:

No caso de estar a utilizar o MedicamentoCerto.pt para o tratamento de terceiros ao seu cuidado deve introduzir as características do doente a tratar e não as suas.

Os resultados sugeridos pelo MedicamentoCerto.pt têm em conta as suas características (perfil), pelo que é fundamental que as identifique corretamente para que o aconselhamento seja adequado. O aconselhamento adequado à situação só será possível se introduzir corretamente TODOS os dados.

9.2. Como identificar alergias e intolerâncias?

Na presença de alguma Alergia ou Intolerância, deve identificá-la(s). Deve identificar as suas alergias e/ou intolerâncias a medicamentos mas também a alimentos ou outras substâncias.

Para identificar as alergias ou intolerâncias, na Etapa 3 - Características, na questão “Tem alguma alergia ou intolerância?” deve pesquisar a sua alergia. No caso de alergias a medicamentos, a pesquisa tem que ser feita pela Denominação Comum Internacional (DCI) ou nome genérico (ex. deve pesquisar Paracetamol ou Ibuprofeno e não Ben-u-Ron ou Brufen). 

As sugestões de alergias que são apresentadas resultam de uma lista pré definida que inclui: 1) excipientes com efeito conhecido (de acordo com EMA Guidelines, Medicinal Products for Human Use Safety, environment and information, Excipients in the label and package leaflet of medicinal products for human use, July 2003), 2) alergénios (de acordo com a lista do Centro de Terminologias Clínicas de Portugal, SNOMED CT) e 3) as classes de medicamentos e correspondentes substâncias ativas (Denominação Comum Internacional ou nome genérico) mais frequentemente implicadas em reações alérgicas (de acordo com Warrington and Silviu-Dan Allergy, Asthma & Clinical Immunology 2011, 7(Suppl 1):S10). Se não encontrar correspondência com o termo que está a pesquisar deve consultar o seu médico ou farmacêutico para aconselhamento. Agradecemos ainda que nos envie um email para geral@medicamentocerto.pt a informar sobre a sua alergia.

9.3. Como posso adicionar um problema de saúde ou doença crónica?

Pode identificar os seus problemas de saúde ou doenças crónicas na etapa 3, “Características”. Os problemas de saúde ou doenças crónicas como a diabetes, hipertensão, asma, etc devem ser identificados mesmo que esteja a fazer alguma medicação. Caso sofra de algum problema de saúde ou doença crónica deve pesquisar o(s) seu(s) problema(s) de saúde na caixa de pesquisa da questão “Tem algum problema de saúde ou doença crónica?”.

A lista de problemas de saúde apresentada tem por base uma adaptação da Classificação Internacional de Cuidados Primários, 2ª Edição (ICPC2) do Comité Internacional de Classificações WONCA (WICC) nas categorias: Infeções, Neoplasias, Anomalias Congénitas e Outros Diagnósticos. Na pesquisa livre, o programa permite procurar também doenças que estejam incluídas em cada um dos problemas classificados, sugerindo a respetiva classificação sempre que aplicável. Em geral, o programa sugere a melhor correspondência ao termo que indicou, na classificação ICPC2.

Alguns problemas de saúde mais específicos (como por exemplo os relativos a transtornos do metabolismo de determinados nutrientes) foram classificados de acordo com a International Statistical Classification of Diseases and Related Health Problems 10th Revision (ICD10). Caso tenha dificuldade em identificar corretamente o(s) seu(s) problema(s) de saúde nas nossas listas deve consultar um profissional de saúde (médico ou farmacêutico) para aconselhamento.

No caso de estar a preencher para terceiros (por exemplo criança ou idoso) deve identificar corretamente os problemas de saúde do doente em causa.

9.4. Como posso adicionar um medicamento que esteja a tomar?

Se estiver a tomar algum medicamento, quer seja de forma habitual (por exemplo, um medicamento para tratar a hipertensão ou a diabetes) ou ocasional (por exemplo, um antibiótico para tratar uma infeção), deve identificar esse(s) medicamento(s) na etapa 3 “Características”. Na caixa de pesquisa da questão "Toma algum medicamento?" deve procurar o(s) medicamentos(s). Deve pesquisar o medicamento pela respetiva marca, identificando corretamente a dosagem do medicamento e a forma farmacêutica (ou apresentação), alguns exemplos:

  • Ben-u-Ron, 500mg, comprimidos
  • Aspirina GR, 100mg, comprimidos gastrorresistentes

Se tiver dificuldade em identificar corretamente o(s) seu(s) medicamento(s) nas nossas listas deve consultar um profissional de saúde (médico ou farmacêutico) para aconselhamento. No caso de estar a utilizar o MedicamentoCerto.pt para terceiros (por exemplo criança ou idoso) deve identificar corretamente os medicamentos do doente em causa.

10. Pesquisa por "Medicamento", Etapa 3 - Medicamento
10.1. Em que consiste a etapa "Medicamento"?

Depois de selecionar as características, na Etapa 3 - Medicamento, irá obter informação sobre como utilizar corretamente o medicamento que procura.

Obtém também uma lista de Medicamentos Alternativos. Estes medicamentos são indicados para o problema escolhido e para as características selecionadas. Constituem uma alternativa ao medicamento pesquisado, caso pretenda selecionar outras opções ou caso obtenha o alerta de que o "medicamento pesquisado não é indicado de acordo com as características". NÃO utilize qualquer um dos medicamentos alternativos juntamente com o medicamento pesquisado.

10.2. Que informação está disponível em "Medicamento"?

Na última Etapa (Medicamento) obtém a informação relevante para utilizar corretamente o medicamento selecionado.

Nesta etapa tem acesso a informação1 sobre os seguintes tópicos:

  • Nome do medicamentos

  • Imagem do medicamento

  • O que é e para que serve

  • Não tome se

  • Antes de tomar

  • Como devo tomar/usar este medicamento?

    • Dose ou quantidade em cada toma

    • Imagens para apoiar a utilização correta (pictogramas)

    • Modo de administração

    • Dose máxima diária (dose ou quantidade máxima num dia, correspondente a 24 horas)

  • Por quanto tempo devo tomar este medicamento?

  • Como guardar este medicamento?

 

Quando um doente foi caracterizado como condutor de máquinas/veículos, sempre que relevante surge a seguinte informação adicional: Informação constante do respetivo RCM relativamente à utilização do medicamento por condutores de máquinas/veículos.

Quando a doente foi caracterizada como "Grávida" ou "A Amamentar" surge a seguinte informação adicional: Informação constante do respetivo RCM relativamente à utilização do medicamento nestes casos.

 

Nota: Todos os medicamentos apresentam riscos de segurança que podem não estar descritos. A sugestão de determinado medicamento não garante que este seja eficaz, seguro e isento de efeitos secundários. A informação disponibilizada não está completa e deve consultar SEMPRE o Folheto Informativo. Em caso de dúvidas consulte o médico ou farmacêutico.

  1. Os tópicos de informação podem não estar sempre todos presentes para todos os medicamentos.

10.3. Em que consistem os “Medicamentos alternativos para tratamento”?

Os "Medicamentos alternativos para tratamento" sugeridos pelo MedicamentoCerto.pt têm em conta o sintoma/problema de saúde e as características introduzidas. Estes medicamentos contituem Medicamentos Não Sujeito a Receita Médica (MNSRM) aprovados e comercializados em Portugal, de acordo com o INFARMED, Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, I.P., cujo respetivo Resumo das Características do Medicamento (RCM) e Folheto Informativo (FI) apresentam indicação de acordo com o sintoma/problema de saúde e as características introduzidas. 

Estes medicamentos são indicados para o problema escolhido e para as características selecionadas. Constituem uma alternativa ao medicamento pesquisado. NÃO utilize qualquer destes medicamentos juntamente com o medicamento escolhido.

 

10.4. Como é que o MedicamentoCerto chega aos “Medicamentos alternativos para tratamento”?

A informação de base para o funcionamento do MedicamentoCerto.pt é a informação disponibilizada pelo INFARMED, Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, I.P., sobre cada MNSRM comercializado em Portugal, nomeadamente a que consta do respetivo Resumo das Características do Medicamento (RCM) e/ou do respetivo Folheto Informativo (FI) aprovados. Estes dados foram analisados e tratados por farmacêuticos e foi construída uma lógica de decisão que tem em conta toda a informação que vai sendo introduzida, quer sobre o problema de saúde ou sintoma, quer sobre o doente.

Os resultados sugeridos pelo MedicamentoCerto.pt são personalizados pois têm em conta o sintoma/problema de saúde e as características e histórico clínico de cada doente. Por isso, para que o aconselhamento se adeque ao seu perfil, é fundamental que identifique corretamente todas estas informações.

Notas importantes:

Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas deve consultar SEMPRE o médico ou o farmacêutico.

O MedicamentoCerto.pt:

  • NÃO substitui a consulta de um profissional de saúde. Deve SEMPRE consultar um médico ou farmacêutico.

  • NÃO contém toda a informação relevante sobre problemas de saúde, sintomas, medicamentos ou outros produtos. Em caso de dúvida ou de persistência dos sintomas deve consultar o médico ou o farmacêutico.

  • NÃO faz diagnóstico, autodiagnóstico ou triagem. Em caso de dúvida ou de persistência dos sintomas deve consultar o médico ou o farmacêutico.

  • NÃO deve basear-se exclusivamente em qualquer informação disponibilizada para fundamentar ou apoiar quaisquer decisões ou atos (por ação ou omissão).

  • NÃO garante o efeito do medicamento, nem a sua segurança, nem a inexistência de reações adversas ou efeitos secundários decorrentes da toma do medicamento. Em caso de dúvida ou de persistência dos sintomas deve consultar o médico ou o farmacêutico.

  • NÃO sugere, em caso algum, que o seu estado de saúde pode ser melhorado através da utilização de qualquer medicamento ou produto de saúde, nem que o seu estado de saúde pode ser prejudicado caso o medicamento ou produto de saúde não seja utilizado.

  • As informações contidas no MedicamentoCerto.pt destinam-se apenas a apoiar os utilizadores, não constituindo a informação disponibilizada uma decisão final.

  • Todo e qualquer dado introduzido é da exclusiva responsabilidade do utilizador e, em consonância, todo e qualquer resultado decorrente da utilização da plataforma MedicamentoCerto.pt é da responsabilidade total e exclusiva do utilizador.

10.5. Nas listas “Medicamentos alternativos”, o que significam os termos “efeito local” e “efeito sistémico”?

Na página de Resultados terá acesso a uma ou várias listas de Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM) que pode utilizar e que são adequados às características e ao histórico clínico que inseriu. Dentro de cada lista, só pode selecionar 1 (um) medicamento. Se os resultados incluem várias listas de medicamentos, pode selecionar um ou mais MNSRM mas só apenas 1 (um) medicamento de cada lista. As várias listas de medicamentos apresentadas para o mesmo sintoma consistem em diversas abordagens terapêuticas ou opções de tratamento que se complementam. Essas listas podem estar divididas em “Efeito local”, em que o medicamento atua diretamente no local onde é aplicado (pele, boca, garganta, etc.) e “Efeito sistémico” em que o medicamento é ingerido (tomado) e absorvido no sistema digestivo, passando para a corrente sanguínea.

Pode selecionar 1 (um) medicamento de cada uma destas listas, uma vez que a sua ação é complementar. Por exemplo, para aliviar a DOR DE GARGANTA pode utilizar um medicamento com “Efeito local”, como uma pastilha, e também um medicamento com “Efeito sistémico”, como um comprimido analgésico (para aliviar a dor).

Não é obrigatório selecionar um medicamento em cada lista, ou seja, pode selecionar apenas o(s) medicamento(s) que pretender.

10.6. Em que consiste as "preferências" nos resultados?

De forma a facilitar a pesquisa e a ir de encontro às suas preferências no que toca aos medicamentos apresentados estão disponíveis diferentes filtros:

  • Ordem alfabética: organiza os medicamentos apresentados por ordem alfabética de marca comercial.
  • Medicamento genérico: apresenta apenas os medicamentos genéricos.
  • Apresentações farmacêuticas1: surge uma lista com as diferentes apresentações disponíveis, por exemplo, Comprimido/Cápsula, Creme/pomada/gel, Forma líquida/para diluir. Poderá filtrar escolhendo o tipo de medicamento que pretende.

1. Os medicamentos foram classificados em grupos de apresentações farmacêuticas (formas farmacêuticas), definidos tendo por base a classificação do INFARMED.

10.7. Como estão organizadas as listas de "Medicamentos alternativos"?

Na página dos Resultados tem acesso a uma ou mais listas de Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM) que poderá utilizar. Estas listas incluem TODOS os Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM) aprovados pelo INFARMED, comercializados em Portugal, com indicação para o sintoma ou problema de saúde identificado e adequados de acordo com as Características e Histórico introduzidos. As listas contêm TODOS os medicamentos que cumpram todas as condições acima referidas à data da última atualização da Base de Dados da serFarma1.  TODOS os medicamentos da(s) lista(s) (incluindo os medicamentos em destaque) são adequados de acordo com as Características e Histórico introduzidos. A ordenação dos medicamentos em cada lista NÃO tem em conta qualquer critério clínico ou de qualidade. Os primeiros medicamentos da lista poderão estar destacados, os restantes são ordenados por ordem alfabética do nome do medicamento. Os destaques de medicamentos poderão corresponder aos medicamentos mais vendidos dentro de cada categoria2 e/ou poderão ser patrocinados pelas respetivas empresas promotoras (nesse caso será apresentada a menção PUB). Pode reorganizar a lista de acordo com as suas preferências em “Preferências” (ver Em que consiste as "preferências" nos resultados?).

Não obstante estes critérios de organização, o MedicamentoCerto.pt é uma plataforma de aconselhamento isenta que disponibiliza a lista completa de MNSRM, ou seja, todos os MNSRM aprovados, comercializados e indicados para cada um dos problemas de saúde ou sintomas, de acordo com a informação constante da base de dados disponibilizada pelo INFARMED I.P. e mediante a informação tratada e disponibilizada pela serFarma1.

A partir da(s) lista(s) de resultados, pode selecionar um ou mais MNSRM mas só deve escolher 1 (um) medicamento de cada lista. As várias listas de medicamentos que podem ser apresentadas para o mesmo sintoma consistem em diversas abordagens terapêuticas ou opções de tratamento que se complementam. Por exemplo, para aliviar a DOR DE GARGANTA poderá utilizar um medicamento com “Efeito local”, como uma pastilha, e um medicamento com “Efeito sistémico”, como um comprimido analgésico (para aliviar a dor). Pode selecionar 1(um) medicamento de cada lista, uma vez que a sua ação é complementar. Não é obrigatório selecionar um medicamento em cada lista, ou seja, pode selecionar apenas o(s) medicamento(s) que pretender.

São apresentadas (sempre que possível) as imagens ilustrativas das embalagens externas e/ou internas dos medicamentos, para facilitar uma correta identificação do mesmo. A serFarma não garante que estas imagens tenham qualidade ótima e que correspondem às embalagens atuais dos medicamentos em causa. 

1. As atualizações são da responsabilidade da serFarma e são realizadas com a periodicidade de 1(um) ano.

2. Ordenação feita com base nos dados de mercado de venda de MNSRM em farnácias [hmR, SET 2016] e de forma não exaustiva e criteriosa.

11. Alertas
11.1. Quais os alertas que podem surgir?

Ao longo do funcionamento da plataforma podem surgir diversos alertas. O MedicamentoCerto.pt emite dois tipos de alertas: alertas gerais e alertas de segurança.

Alertas gerais

Alerta de informação insuficiente

Sempre que esteja em falta alguma informação de preenchimento obrigatório surge um alerta sobre a necessidade do seu preenchimento. Deve preencher a informação em falta para poder prosseguir.

Alerta de verificação dos dados

Este alerta surge sempre que seleciona um sintoma e, de seguida, introduz características que não se adequam ao sintoma (por exemplo, se selecionar “Infeção vaginal” e nas características indicar o género “Masculino”, uma vez que a infeção vaginal é exclusiva do sexo feminino). Deverá rever a informação introduzida para poder prosseguir.

Alertas de segurança

No processo de funcionamento do MedicamentoCerto.pt são analisados alguns critérios e condições que podem indicar que deve consultar um médico ou farmacêutico. Este processo traduz-se numa maior segurança e rigor no aconselhamento e tratamento dos sintomas. Estes alertas podem surgir:

  • Ao identificar algum sinal de alerta

  • Ao identificar as suas características (idade, condições específicas, etc.)

  • Ao identificar os seus problemas de saúde

  • Ao identificar os medicamentos que já toma

Perante algum alerta deste tipo, poderá optar por uma de duas possibilidades:

Parar” – quando decide consultar um profissional de saúde, como recomendado. Ao escolher esta opção é possível aceder a um Folheto Informativo sobre o sintoma ou problema de saúde; os dados inseridos são eliminados e volta à página inicial.

Continuar” (não recomendado) – quando decide ignorar o alerta e prossegue para as etapas seguintes. Nestas situações, está a ignorar um alerta de segurança que pode colocar a sua saúde e bem-estar, ou de terceiros, em risco. Recomendamos que consulte SEMPRE um médico ou farmacêutico para a resolução do seu problema.

11.2. O que devo fazer perante um alerta?

Perante um “Alerta de informação insuficiente” deve preencher a informação em falta para poder prosseguir.

Perante um “Alerta de verificação dos dados” deve rever a informação introduzida para poder prosseguir.

Perante um “Alerta de segurança” deve clicar em “Parar” e consultar um profissional de saúde, tal como recomendado. Ao clicar em “Continuar” (não recomendado), estará a ignorar um alerta de segurança. Recomendamos que consulte SEMPRE um médico ou farmacêutico para a resolução do seu problema.

12. O seu resumo
12.1. Em que consiste “O seu resumo”?

O “Resumo” é preenchido automaticamente e em tempo real, de acordo com os dados que vão sendo inseridos pelo utilizador. Assim "O seu resumo" reúne toda a informação que introduziu (sintoma, características, problemas de saúde e medicamentos) e está acessível clicando no botão “O seu resumo”, disponível na parte superior direita da página, ao longo das diversas etapas. O resumo permite ver e confirmar os dados de perfil que introduziu.

13. Informações úteis
13.1. Como posso guardar a informação apresentada?

Muitos dos conteúdos de informação apresentados no MedicamentoCerto.pt estão disponíveis para guardar em arquivo no seu computador. Para isso bastará fazer download no símbolo  sempre que disponível.

13.2. O MedicamentoCerto.pt inclui conteúdos publicitários?

O MedicamentoCerto.pt é uma plataforma de acesso livre em que os custos de manutenção e atualização são suportados por empresas que a utilizam para disponibilizar conteúdos informativos e/ou publicitários sobre os seus produtos e/ou serviços.

Os conteúdos publicitários poderão surgir ao longo das várias etapas de funcionamento e estão devidamente identificados com a designação “PUB”.

Não obstante a apresentação de conteúdos publicitários, o MedicamentoCerto.pt disponibiliza aconselhamento e recomendações isentas, elaboradas e revistas por farmacêuticos especialistas.

13.3. Como posso identificar a publicidade incluída no MedicamentoCerto.pt?

Os conteúdos publicitários poderão surgir ao longo das várias etapas de funcionamento e estão devidamente identificados com a designação “PUB”. Os conteúdos apresentados nesta área são da única e exclusiva responsabilidade das empresas promotoras.

13.4. Quais são os termos e condições de utilização do MedicamentoCerto.pt?

Para aceder ao MedicamentoCerto.pt deve consultar e aceitar os respetivos Termos e condições de utilização, acessíveis AQUI.

13.5. Como posso consultar a ficha técnica do MedicamentoCerto.pt?

Poderá obter mais informação sobre as especificidades técnicas e legais dos contéudos disponibilizados em MedicamentoCerto.pt em “Sobre o medicamentocerto”.

13.6. Contactos

Em "Ajuda" encontra resposta às principais questões relacionados com o MedicamentoCerto.pt. Se não ficar esclarecido ou se tiver alguma dúvida contacte a serFarma.

Contactos:

Morada: Rua Pedro Nunes, IPN, Edifício C, 3030-199 Coimbra

Email: geral@medicamentocerto.pt